Projeto Despertar para a Vida: Cacoal, Espigão e Rolim recebem palestras nos dias 22, 23 e 24 de agosto

Ação da deputada federal Jaqueline Cassol é voltada para o enfrentamento da depressão e ansiedade em crianças, adolescentes e jovens. A capacitação é gratuita e tem como objetivo primário a prevenção do adoecimento mental que, se não tratado, pode gerar uma morte precoce

Fonte: Da Assessoria para o Jornal Eletrônico Inforondonia.com.br - Em Saúde - 15/08/2019 16h 05min

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
Projeto Despertar para a Vida: Cacoal, Espigão e Rolim recebem palestras nos dias 22, 23 e 24 de agosto

A deputada federal Jaqueline Cassol (PP) e a Fundação Milton Campos promovem, nos dias 22, 23 e 24 de agosto, um ciclo de palestras sobre “Cuidados com a Saúde Mental e Gerenciamento das Emoções para Valorização da Vida”. Estas serão atividades ligadas ao Projeto Despertar para a Vida, criado pela parlamentar e com objetivo de informar e orientar sobre os sinais e enfrentamento da depressão e ansiedade. As atividades irão acontecer em Cacoal, Espigão do Oeste e Rolim de Moura.

A capacitação é gratuita e as inscrições já estão abertas. É voltada para professores, acadêmicos de licenciatura, assistentes sociais, agentes de saúde, pais ou responsáveis e toda a sociedade interessada no assunto. A palestrante será Késia Mesquita, presidente do Centro Débora Mesquita e coordenadora do Programa de Acolhimento dos Enlutados (PAES). “Essa capacitação tem como objetivo primário a prevenção do adoecimento mental que não tratado, não acolhido, pode gerar uma morte precoce. No primeiro momento do encontro, trataremos os conceitos da saúde mental e dos transtornos. Os movimentos nacionais de prevenção e de fomento da saúde mental. Estaremos analisando os dados da Organização Mundial de Saúde, falando sobre depressão, ansiedade, e reconhecendo sinais, sintomas onde aquela pessoa está com adoecimento mental”, destacou Késia.

A especialista também aponta que é importante uma autoavaliação de quem vai lidar na análise de quem tem e precisa enfrentar os problemas mentais, como depressão e ansiedade. “Falaremos sobre o auto-cuidado. Não há como ajudarmos se não cuidamos da nossa própria saúde mental em primeiro lugar. Sempre lembrando que o conhecimento é a diferença entre a morte e a vida. Vamos entender o que pode ser feito, o que não pode. O intuito dessa capacitação é gerar conhecimento para um manejo básico para essas situações de sofrimento. Queremos dar um Norte para os participantes. Vamos compartilhar vídeos, alguns materiais que vão auxiliar os profissionais em seus respectivos ambientes de trabalho e a população a fazer uma grande corrente pela vida. Queremos também desfazer os conceitos errados, os preconceitos, as resistências que as pessoas têm em relação aos cuidados com a saúde mental e com a vida”, encerrou Késia.

Agenda

Não será cobrado nenhum tipo de taxa para participação na palestra. As inscrições podem ser feitas de maneira antecipada, nos links abaixo, específicos para cada cidade, ou no site www.sympla.com.br/despertarparaavida

22/08 – Cacoal: auditório da UNESC – às 18h30 -  https://tinyurl.com/y3cqrvnv

23/08 - Espigão do Oeste: Câmara Municipal – às 18h30 -  https://tinyurl.com/yxjm47do

24/08 - Rolim de Moura: auditório da FAROL – às 15h -  https://tinyurl.com/yxw4gc6j      

Projeto Despertar para a Vida

O projeto Despertar para a Vida é idealizado pela deputada federal Jaqueline Cassol, em parceria com a Fundação Milton Campos, com objetivo de oferecer gratuitamente ciclos de palestras e capacitações para educadores, sejam eles da família, escola ou comunidade. O primeiro evento da iniciativa aconteceu no último dia 09 de agosto, em Vilhena, com o treinamento “Programação Neurolinguística para Educadores”, conduzido pela especialista Cris Farias.

A deputada explica que o projeto foi criado em razão do alto número de casos de depressão em professores, crianças, adolescentes e jovens registrados em Rondônia. “Essa fase é marcada por intensas modificações no desenvolvimento humano. E, segundo os especialistas, se os conflitos próprios dessa fase forem mal conduzidos, podem contribuir para o surgimento de transtornos do humor, e em particular, da depressão. Não desejamos isso”.

Currículo

A palestrante Késia Mesquita vem do Piauí. É licenciada em Letras/Espanhol, pós-graduanda em Prevenção e Pósvenção do Suicídio. Ainda é palestrante, cantora, escritora, colunista do jornal Meio Norte, presidente do Centro Débora Mesquita e coordenadora adjunta do Programa de Acolhimento aos Enlutados por Suicídio (PAES).

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
COMENTE
COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve, em especial, aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu. A DIREÇÃO

Mais Notícias da Categoria: Saúde