Mulher fica 10 dias perdida na mata e sobrevive comendo broto de bambu

Fonte: Repórter MT - Em Policial - 11/07/2019 08h 23min

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
Mulher fica 10 dias perdida na mata e sobrevive comendo broto de bambu
Cleidiane ficou 10 dias perdida na mata após marido sofrer acidente e morrer.

Cleidiane Ruive, de 37 anos, ficou 10 dias perdida em uma região de mata, na divisa de Mato Grosso com o Pará e sobreviveu comendo apenas broto de bambu. Ela se perdeu após o marido morrer atingido por uma árvore, enquanto trabalhava na extração de madeira.

 
O acidente aconteceu no dia 28 de junho. A madeira seria utilizada na construção de uma cerca.

Cleidiane se desesperou ao ver o marido ferido e saiu do local para tentar buscar ajuda, mas se perdeu no caminho.

O corpo do homem foi localizado por funcionários de uma fazenda. Buscas também foram iniciadas para tentar encontrar a mulher.

Ela apareceu na segunda-feira (08) em uma propriedade da região. Conforme relatado, ela teria notado uma ‘picada’ na mata- caminho feito pelo Corpo de Bombeiros - durante as buscas.

Os trabalhos também contaram com auxílio de cães farejadores, mas foram suspensos pois nenhum sinal da mulher havia sido localizado até então.

Ao surgir, ela relatou que sobreviveu comendo broto de bambu nos dias em que ficou perdida.

Ela foi encaminhada para uma unidade de saúde de Guarantã do Norte (a 709 km de Cuiabá), cidade onde ela morava e também onde o marido foi sepultado.

O estado de saúde dela é considerado estável, porém, segue em observação.

Outras Imagens

Mulher fica 10 dias perdida na mata e sobrevive comendo broto de bambu
A mulher encontrou uma propriedade rural após ficar 10 dias perdida na mata.
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
COMENTE
COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve, em especial, aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu. A DIREÇÃO