MEDO DE MORRER: Assassino de servidora diz que se sente mais seguro na cadeia do que solto – VEJA VÍDEO

Fonte: Lapada Lapada - Em Policial - 11/07/2019 08h 07min

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
MEDO DE MORRER: Assassino de servidora diz que se sente mais seguro na cadeia do que solto – VEJA VÍDEO

O terceiro e último envolvido no latrocínio da servidora municipal de Várzea Grande, Sandra Regina de Siqueira Travaina, 48 anos, ocorrido na madrugada do dia 2 de julho, se apresentou na manhã desta quarta-feira (10), na Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Várzea Grande. Trata-se de Maikon Douglas Alves dos Santos, o Sujeirinha, que se apresentou acompanhado de advogado.

Segundo a delegada Elaine Fernandes da Silva, o suspeito alegou que estar preso era mais seguro e por conta disso resolveu se entregar na Delegacia, onde teve o mandado de prisão preventiva cumprido. Maikon até gravou um vídeo antes de se apresentar na delegacia. “Eu sou o Maikon Douglas, estou indo me entregar na Derf de Várzea Grande. Estou sendo acusado de participação na morte da doutora Sandra”, disse.


Conforme ainda Fernandes, o preso manteve a mesma versão dos demais parceiros de crimes, de que a intenção não era matar a servidora e sim roubar sua residência, por haver informações de que dentro havia joias e dinheiro. O suspeito contou que estava escondido em uma chácara, na região de Cuiabá, e depois foi se abrigar em uma propriedade, em Santo Antônio do Leverger, mas ele temia que atentassem contra sua vida.

Veja Também  Rapaz é preso por matar ladrão de chácaras em Cuiabá
Outros dois envolvidos, Jordão Rodrigues Neto, que se apresentou na terça-feira (09), e André Luiz Gomes, 20 anos, preso em Cáceres, estão presos em unidades prisionais de Várzea Grande.

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
COMENTE
COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve, em especial, aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu. A DIREÇÃO