Deputada propõe debate sobre o preço do querosene para aviação

O início da audiência está marcado para as 14h30 e terá transmissão ao vivo pelo site da Câmara.

Fonte: da Assessoria para o inforondonia.com.br - Em Brasil - 04/12/2019 06h 34min

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
Deputada propõe debate sobre o preço do querosene para aviação
A deputada questiona ainda o fato de essa política de precificação encarecer o insumo em pelo menos 17%.

Os preços do querosene, principal combustível da aviação nacional, serão tema de debate na Câmara dos Deputados, nessa terça-feira (03). A deputada federal Jaqueline Cassol (PP-RO) propôs audiência pública, junto à Comissão de Viação e Transportes, para debater a política de paridade de preços internacionais adotada pela Petrobras, que usa como referência o que se adota no Golfo do México. O início da audiência está marcado para as 14h30 e terá transmissão ao vivo pelo site da Câmara.

“Apesar de 92% do querosene consumido no Brasil ser produzido em suas próprias refinarias, a Petrobras utiliza como parâmetro o mercado internacional. Isso precisa ser revisto”, salientou.

A deputada questiona ainda o fato de essa política de precificação encarecer o insumo em pelo menos 17%. “São praticados preços com custos de transporte como se o combustível tivesse sido produzido a quase 8 mil quilômetros e não a 60 quilômetros, que é a distancia média entre as refinarias e os principais aeroportos”, completou.

Foram convidados para a audiência:
– o gerente de Comercialização, Marketing e Preços da Petrobras, Gustavo Scalcon;
– o coordenador Geral de Acompanhamento de Mercado do Ministério de Minas e Energia, Deivson Timbó; e
– o coordenador de Defesa da Concorrência e Regulação Econômica da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), Abel Abdalla Torres.

 

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
COMENTE
COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve, em especial, aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu. A DIREÇÃO