CADASTRAMENTO: Idaron cadastra produtores de soja de Rondônia para garantir plantio saudável

Fonte: SECOM/RO - Em Rondônia - 12/02/2019 11h 56min

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
CADASTRAMENTO:  Idaron cadastra produtores de soja de Rondônia para garantir plantio saudável
Soja é um dos pilares da economia em Rondônia

Agência de Defesa Sanitária Agosilvopastoril do Estado de Rondônia (Idaron) está realizando o cadastro para produtores de soja – safrinha de 2019.  De acordo com a gerente de Inspeção e Defesa Sanitária Vegetal da Agência Idaron, engenheira agrônoma Rachel Barbosa, a soja é uma lavoura que tem incidência de uma doença chamada ferrugem asiática.  Rondônia trabalha no controle dessa doença através de medidas legislativas com obrigações.

O cadastro da safrinha de soja ocorre no período de 1 de fevereiro a 30 de março de cada safra agrícola, esse cuidado possibilita a Idaron saber quem cultiva, cadastro do produtor e o cadastro da área que vai ser cultivada. Segundo Rachel, existe um período de vazio da soja de 90 dias, começa em 15 de junho até 15 de setembro, e nessa época não poderá ser feito plantio.


É importante o cadastramento, o qual possibilita delimitar as áreas que possuem o cultivo de soja e permite que a Idaron possa acompanhar a ocorrência de pragas, em especial a ferrugem asiática”, disse Rachel Barbosa.

A fiscalização é feita para ter a certeza que a próxima safra tenha menor incidência de pragas. O plantio de safrinha aumenta a presença de planta viva de soja, que é a ponte para ocorrência dessa praga logo no início da próxima safra, e vem com mais força causando mais prejuízos para o produtor.

Segundo o presidente da Idaron, Júlio César Rocha Peres, Rondônia é exportador de soja, “daqui o nosso produto vai para vários estados do País. Além do Brasil, a soja segue para o Egito, Arábia Saudita, Irã, entre outros. Queremos que os nossos produtores tenham garantia e segurança de que irão colher um produto sem riscos, prejuízos e contaminação. A ferrugem asiática é eliminada no período vazio da plantação, por isso a importância do cadastro para acompanhar e assegurar uma colheita com rentabilidade e lucro para o produtor rondoniense das áreas de safrinhas sem qualquer tipo de doença, ” ressaltou Júlio César.

No estado são cerca de 1.200 produtores de soja e todos precisam fazer o cadastramento, esse cadastro é para a proteção do próprio investimento da lavoura do produtor, com maior controle. Após o cadastramento a Idaron fará fiscalização na área do plantio.

Para realizar o cadastramento é necessário que o produtor compareça a qualquer Agência Idaron no estado no prazo determinado.

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
COMENTE
COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve, em especial, aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu. A DIREÇÃO